quinta-feira, 14 de julho de 2011

OBJETOS PELO CHÃO

esquecem que eu não sinto nada
e espalham sentimentos pela casa
não posso recolher objetos
se não sei onde guardá-los

Nenhum comentário: