quinta-feira, 28 de novembro de 2013

A POESIA SABE

organizar a escuridão
a poesia sabe
uma luz que cabe
exata no olho
o espaço preciso
para o tato
organizar o tempo
a poesia sabe
a hora que exala
de cada fala
o momento intenso
do esquecimento
a poesia sabe

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...