quinta-feira, 21 de novembro de 2013

CAMINHO INTERROMPIDO

não temo o escuro
nem as cores
caminho com o braço erguido à frente
dispenso apoios
espero o abraço do precipício

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...