segunda-feira, 4 de novembro de 2013

BOLERO DE PAPEL

ela nem está olhando para você
e você continua falando essas coisas
ela está pensando na canção
que você não fez para ela
está pensando no último
capítulo da novela
está pensando na pensão
que você vai deixar quando morrer
ela está pensando em tudo
menos em você
então para que ficar falando
para quem não está nem olhando
pense em você em algum momento
recolha-se ao vaso do esquecimento
e no dia em que ele se quebrar
você vai se encontrar em algum fragmento

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...