quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Canto da alma esquecido


quando eu era feliz
não passei disso

se havia uma alma
não notei

hoje sou triste
e piorei

Nenhum comentário:

SEDE

 um poema escrito na água cumpre sua função  de sede