sexta-feira, 9 de outubro de 2009

POEMA INÉDITO DE GERUSA LEAL

Menos mal



Não se meta comigo - ela disse
e maldisse o sorriso sensual
que lhe deu quando o viu sem camiseta.


É que não conhecia-lhe a faceta
que depois, sem mais tudo descobriu.


Quis mandar-lhe pra onde já se viu,
quis mas era mister reconhecer-se
nunca fora amada como tal.


Menos mal se o amor dele foi desses
que a mandado nenhum obedecesse,
ele disse - morena, não faz onda,
e meteu-se, sussurando em seu ouvido:
minha flor, no amor tudo é normal.


Gerusa Leal

Nenhum comentário: