sexta-feira, 25 de março de 2011

EFÊMERO

o sexo é efêmero
nenhuma coxa
é pilar de sentimento
nenhuma penugem
grande nem uns pequenos
lábios
o que se molha
antes do banho
é o que se prova
o que se cava
antes do túnel
é o que se move
o sexo é fêmeo
nenhuma glande
salpica o que provoca
vulva não é mata
clitóris é um mar
sem fora

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...