sexta-feira, 18 de março de 2011

FLORESTA

pouca coisa
a floresta atinge
mesmo verde
sendo o seu medo
é de outra cor
que eu estou pesando
é de outra cor
que eu estou falhando
pouca coisa
atinge a floresta
flora a cor
que lhe basta
pouca coisa
deixa a floresta calma

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...