quinta-feira, 25 de agosto de 2011

DESENCONTROS

as maçanetas interrompem
o silêncio do corredor
falam com as portas
para não serem abertas
vão os passos
os encontros forçados
os abraços necessários
perdidos noutro prédio

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...