sexta-feira, 19 de agosto de 2011

SOBRE A BELEZA INATINGÍVEL

e as papoulas soltas
ofegantes
penduradas nas cores
não dependem
dos nossos humores
sabem o idioma
das abelhas
e o recado deixado
para as borboletas
o céu com inveja
nem se aproxima
e o máximo que
o homem consegue
é uma rima

Nenhum comentário: