quinta-feira, 18 de agosto de 2011

MELHOR SABER

para melhor saber o céu
as aves não se marcam
para melhor saber o mundo
permaneço mudo
na hora do abismo
melhor se mostram as palavras
durante a queda demonstram
mais poesia que sonho

Nenhum comentário: