quarta-feira, 10 de agosto de 2011

DIA CLARO

o sol
cava o escuro
até fazer cócegas
o sorriso que se abre
esse poema

Um comentário:

Luna Freire disse...

Lindo, doce, delícia de sorriso...

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...