terça-feira, 30 de agosto de 2011

POEMA DESCABIDO

ninguém me faz falta
morto
descaberei para todos

Nenhum comentário: