quinta-feira, 25 de agosto de 2011

OLHAR DESPETALADO

o olhar despetalado
espalha visões pela paisagem
as pétalas da lembrança
ramificam ao redor da perda
breve é o silêncio equivocado
o barulho da entranha
une a paisagem
lado a lado
e aos poucos vai formando
notícias
não há roteiro
que te encaixe na vida
olhar dependurado
inútil olhar perdido
sem esquiva

Nenhum comentário: