sexta-feira, 2 de agosto de 2013

CRAVO DAS MOSCAS


o cravo das moscas
mora no anteparo
entre o prego e a praga
entre o ouro e a prata
sem a pele um valor
com a pele bolor
o cravo das moscas
enfeita pela metade
perfuma sem vontade
não murcha de verdade
o cravo das moscas
dorme onde invade
seu sono é de marte
seu sonho é de morte

Nenhum comentário: