quinta-feira, 8 de agosto de 2013

MARGARIDAS


trabalham demais
os olhos ao redor do azul
fios incontidos de sombras
carregadas pelo branco
das pétalas das margaridas
simples corpos sem vestes
cujos sexos exalam
o mesmo que falam

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...