domingo, 18 de agosto de 2013

LADO

não sei
de qual lado do meu corpo
eu estou
se do lado de dentro
ou do lado de fora
quando me olho não me vejo
quando saio de mim
não me encontro
meu corpo
não precisa de mim
nem eu preciso de mim
sem o meu corpo

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...