segunda-feira, 5 de agosto de 2013

ENCAIXOTADO

irremediável
o olho abre
e o mundo permanece
imóvel à sua frente
com a caixa aberta
de guardar as horas
e outra caixa
onde você se encaixa
não agora
mas vai saber na hora
em que o mundo
for embora
e só ficar a caixa

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...