quarta-feira, 10 de julho de 2013

ALCANCE

não alcanço o interno
o inferno não alcanço
não me alcanço
não me lanço
não alcanço o ranço
não avanço
não alcanço o externo
não alcanço onde danço
onde me lanço
não me alcanço
meu tamanho
nem meu sonho
alcançam nada
além de mim

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...