segunda-feira, 1 de julho de 2013

FLUTUANDO NA NUVEM

deitado descanso os meus pés
descansaria melhor
flutuando na nuvem
deitado num hiato horizontal
que empurra o meu corpo
contra um espaço que preciso
descanso apenas os pés
o corpo alvoroço
flutuando na nuvem
sonho sem precisar dormir

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...