terça-feira, 2 de julho de 2013

CHAPÉU DA INFÂNCIA

quando criança
eu tinha um chapéu
pesava
parecia de pedra
naquela época eu não pensava
e aquele peso na cabeça
era um alívio
permitia ao meu corpo
fazer coisas sem pensar
mover-se por exemplo
principalmente para traz
surpreendendo os abismos
desmanchando montanhas
antes do sopro
eu não sabia do meu corpo
em nenhum momento
meu corpo era muitos
onipresente no tempo
as lembranças do chapéu da infância
me mantém na ignorância

Nenhum comentário: