quinta-feira, 4 de julho de 2013

SOBRE O SILÊNCIO

não existe pensamento calado
o silêncio não habita o pensamento
os surdos escutam o que estão pensando
e fazem barulho com os gestos
assim o poema pensado
transforma palavras em gestos
os cegos entendem o barulho das palavras
enxergam o silêncio que elas carregam

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...