terça-feira, 13 de setembro de 2011

COLAR DE CONTAS

um casal fala de contas
de um colar que não é dela
as contas formam o firmamento
e as asas dele abertas
formam o céu
quando um homem quer ser anjo
a alma se desdobra
até ficar em pé
de onde retirou a alma
guarda a mulher

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...