quinta-feira, 29 de setembro de 2011

REPRODUÇÃO

reproduzir a solidão
num papel sem poro
a tinta que não fixa
escorre pela página
e forma esse chão inesgotável

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...