quinta-feira, 22 de setembro de 2011

NÃO SOU O SOL

minha mandíbula perdida
no meio do sorriso
o rosto perdido
ao redor do sorriso
pensavam que era o sol
minha cabeça girando
ao redor da terra
apesar do fogo
apesar do calor
o verde abre caminhos sem pressa
não tenho cabeça pra isso
nem sei pra que tenho cabeça

Nenhum comentário: