segunda-feira, 19 de setembro de 2011

DESPOJOS

a cama sem pés
suspensa no meio do quarto
o corpo sobre a cama
a vontade suspensa
paredes não aprisionam a vida
todo morto se comporta
e ninguém mais saberá
como se comportam os seus desejos
pertence aos outros
os desejos do morto
faz parte dos seus despojos
diante deles
ninguém se comporta

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...