sábado, 10 de setembro de 2011

DO QUE AINDA NÃO FALEI

não falei da morte
hoje
talvez porque o sol
esteja submerso no quarto
talvez porque meu sonho
esteja gravado no sudário
não falei da morte ainda
hoje
talvez qualquer palavra
desconheça a vida
talvez porque meu sonho
soterre de lágrima o aquário
não falei ainda hoje
morte

Nenhum comentário: