segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

EQUILÍBRIO

cultivo o equilíbrio necessário
para sobreviver
corda bamba não consigo
cabo de aço entre prédios
impossível
outros pulos malabares
nem pensar
dou três passos
paro respiro me reequilibro
e a cabeça não acompanha
esse movimento
fica lá atrás
pensando em que poesia
eu estaria sentindo
naquele momento

Nenhum comentário: