segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

LONGE

nunca estive perto da poesia
talvez da sombra
talvez da agonia
nem da palavra estive perto
se eu disse e alguém escutou
se eu estive e alguém aceitou
quando eu descobrir
o segredo de ficar perto
quando eu disser
estarei deserto

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...