sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

POEMA DE NATAL

dizem que poesia não dá dinheiro
que quem se mete a escrever poemas
é um maluco que se envolve
em algo que não dá lucro
apesar disso
pedem um poema de natal
dizem que o natal é poético
porém o natal dá dinheiro
é uma coisa que dá lucro
e o maluco que escreve poemas
segura essa coisa chamada natal
em suas mãos e procura poesia
vê uma ilusão
algumas pessoas lembram que
comemoram o nascimento de alguém
que tempos depois vão trucidar
outras nem lembram disso
o maluco que escreve poemas
não vê nenhum lucro emocional
em escrever esse poema
como se escrever qualquer poema
desse algum lucro emocional
mas procura motivações palavras
imagens abstrações emoções
não enxerga neve nem jesus
nem passado nem futuro
vê presente
alguma esperança
num pacote fechado
e impossível de ser aberto

Nenhum comentário: