quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

NA ESTAÇÃO

bagagem de mão
tecidos do céu
fornecem estátuas
trilhos entreolham-se
queria um trem
no lugar do coração
apesar de puro
mordo com a mesma força
que me escapam
deviam ser olhos
porém perdi
agora sou apenas paisagem

Nenhum comentário: