segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

FIM IMPERMEÁVEL

vascularizei o ósculo
o crepúsculo
pensando ser com ele
avermelhou-se
aglutinou todas as flores
para dentro
todas as dores
pra fora
impermeabilizei o fim
nada acaba
sem mim

Nenhum comentário: