terça-feira, 21 de dezembro de 2010

SOLILÓQUIO

falarei de amor
serei simples
o sentar-se à mesa
a toalha limpa
o prato
os talheres
o copo
e a espera pela comida
que ninguém vai trazer

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...