domingo, 19 de dezembro de 2010

PEDRA

quando olhei a pedra
não aconteceu nada
quando a poesia olhou
enxergou uma queda d’água
parecia de pedra aquela queda
parecia poesia a pedra
que cegou a minha alma

Nenhum comentário: