quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

CHEIRO

às vezes o sonho
regurgita o sonhador
assim como estou
derramado
entre o vômito da memória
e o fragmento de uma história
onde o cheiro
nunca vai fazer parte

Nenhum comentário: