sábado, 5 de fevereiro de 2011

DESERTO

o sol não se move
por pura preguiça
onde estavam as pirâmides
agora areia movediça
quem quiser água
que filtre o próprio sangue
quem quiser sombra
faça da pele chapéu
meu inferno preferido
é o céu

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...