terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O TUBO DA CANÇÃO

é no cantar
que se desvenda o mundo
o envoltório do futuro
se renova
apenas parece escuro
o tubo onde se guarda a canção
não tem fundo
a música se derrama pelo chão

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...