quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

PARQUE

as crianças brincam de ser sérias
desenhando sombras
contornam os sonhos com os passos
e fingem gestos coloridos
erguem telhados de vidro
formam nuvens com as pedras
as crianças caem sem noção de desabar
tropeçam e os pés envelhecem
atravessam portas sem deixar marcas
porque são puras voam
e os outros enxergam pássaros

Um comentário:

Fatinha disse...

gostei muitoooooooooooooooooooo bjs mil...